Rio Revolta

Análise Política, Histórica, Econômica e Social

O Sr. Governador chora por óleo ($$$) mas não chora por mortos

Rio Revolta volta no tempo algumas semanas…

————————————–

Há algumas poucas semanas, um comovido Sr. Governador encontrava-se na PUC-RJ quando, visivelmente muito emocionado e comovido, chorou como uma criança que teve seu pirulito roubado.

O nosso teatral Sr. Governador, além de estar revivendo suas veias artísticas de suas épocas de aluno do Tablado, não chorava o choro sincero do infante lesado em suas guloseimas; mas chorava, sim, o choro demagógico de quem sabe que, por obra de um determinado Sr. Deputado do Sul do país, seu grupo político-partidário perderia acesso à verdadeiras montanhas de $$$…. Além do mais, sua reeleição no final do ano, até então tranquilamente encaminhada, sofreria sem dúvida um desagradável percalço, sendo o assunto devidamente explorado pela “oposição”.

Passemos às palavras do próprio Sr. Governador:

“O Rio de Janeiro quebra”

“Não é que a gente não consiga fazer as Olimpíadas. A gente não consegue fazer mais nada. Nem pegar um empréstimo”

Isso em função das perdas no orçamento do estado, que chegariam a 5 bilhões R$ diretamente; e mais 2 bilhões R$ indiretamente, que deixariam de ser arrecadados pelos municípios.

Pois bem. Nosso Sr. Governador tem toda a razão em estar desesperado, comovido; deve estar preocupadíssimo porque na falta desse dinheiro, o estado que governa deixará de apresentar o asfalto mais liso e as melhores estradas do país; os programas habitacionais de milhões de casas construídas terão que ser interrompidos; a educação secundária do estado cairá assustadoramente de nível e não poderá mais rivalizar com as escolas japonesas; o sistema-modelo de saneamento básico da Baixada Fluminense não poderá sofrer reparos e rapidamente desaparecerá; o Metrô do Rio continuará sendo o mais abrangente, eficiente e barato do país; ah e claro, não poderia esquecer das Olimpíadas, motivo de orgulho máximo e a solução para todos os problemas da cidade: não poderá, infelizmente, ser mais realizada…..

Algumas semanas, uns dias de chuva e mais ou menos 250 mortos depois, o referido Sr. Governador, falando ao vivo para a televisão nos pés do desmanchado Morro do Bumba, não demonstrou nem de longe tal comoção. Também não chorou.

E quanto as vaias que recebeu?

http://www.youtube.com/watch?v=chGdDNlnMig

A. G.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: